9 de janeiro de 2008

Risos, sorrisos e gargalhadas *

Tudo começou acerca de 24h. Uma verdadeira maratona de risos, sorrisos e gargalhadas entre as primas, Fátima e Ana, que coabitam na Residência Universitária, encontrando-se esta na pacata "Bilinha". Aqueles sorrisinhos e gargalhadas de puro e autêntico gozo foram surgindo, na noite passada, quando deparámos que estávamos sentadas sobre a minha cama a assistir pelo YouTube ao "Movimento Nicolá". Músicas como "Ai é amor, ai ai ai é amor, é amor... (movimento Nicolá)", e "Amor mania (ai ai ai) de noite ou de dia (ai ai ai) amor mania... tem a mania do amor" estiveram presentes na nossa boca e no nosso corpo durante horas. Estivemos também com a maior descontracção do mundo a acumular bubz, e esquecendo por completo que tinhamos as duas frequência para fazer no dia seguinte. Frases como "começa a deslizar" marcam o início desta maratona. Quando nos apercebemos das horas nem queriamos acreditar. Estudar nada, e eu só dizia "Amanhã às 7h já estou a pé porque tenho que dar uma revisão. É Inglês mas tem que ser!", e a D. Fátima também dizia "Eu tenho aulas às 8h, não posso faltar.". Conclusão: eu levantei-me às 9h para estudar e fui fazer frequência, e ela foi fazer frequência também. À tarde, porque de manhã a aula foi para esquecer.
Estou eu a jogar Mahjong quando ela chega a casa, e entre conversas sérias surge a ideia de irmos ao shopping comer crepes e gelados. A ideia era mesmo essa mas acabamos a percorrer todas as lojas de roupa e acessórios. E claro, gastámos algum dinheiro; o engraçado era nós irmos para os provadores com cerca de cinco peças e só comprávamos uma no máximo. A escolha era difícil, devo admitir. Só faltam fotos para comprovar. Mas até parece que os gerentes adivinhavam o que nós fazíamos, ficávamos "n" tempo à espera na fila para pagar. Chegamos também à conclusão que andar às compras cansa imenso os pés. Acabadas de chegar a casa lá foi cada uma para o seu computador, sendo o objectivo inicial irmos para a cozinha jantar porque estávamos esfomeadas. Entretanto, eu começo a cantar as famosas canções do nosso querido amigo Nicolá e começa tudo outra vez. Risos e gargalhadas de faltar o ar voltaram. Não resisti e comecei a fazer o movimento Nicolá, e continuam a não existir fotos para comprovar. Por muito estranho que pareça, o jantar correu naturalmente. Também estávamos perante pessoas desconhecidas, e temos que manter as aparências. Depois da calma refeição, a minha pessoa foi a uma aula de dança, enquanto a prima ficou a estudar para a sua próxima frequência (no dia seguinte). Mas houve um momento importantíssimo de aprendizagem: quando a Fátima estava a abotoar a parte de trás da minha camisola, afirmou muito delicadamente "Sabes que me disseram que quem tem pêlos no pescoço é boa na cama.". A minha reacção foi rir, rir e rir. E não vou dizer se temos pêlos no pescoço, isso está no segredo dos deuses.
Cheguei da aula e o ambiente aparentava estar mais calmo, aparentava. "-Vamos acumular bubz?, -Vamos!". Tanto jogamos que a fome chegou. Dirigimo-nos à cozinha e quem fechou a porta foi a Fátima, mas ainda fez questão de perguntar "Fechaste a porta?" com aquela cara séria e preocupada. O microondas ia ficar ligado a aquecer o ar, as luzes não se queriam apagar, e as vizinhas devem ter ouvido os nossos risinhos. Tentamos controlar mais foi impossível. Estávamos consoladas a comer na cama quando ela diz "Está rija a pizza.", e eu como começo a aparvalhar com o aumentar da hora resolvo dizer "Temos que arranjar uma rima para isso. Já temos para 'Quanto mais mole, mais depressa se engole', agora quanto mais rijo...hum, tem que estar relacionado com aquilo. Afinal, é o que está a dar". Só depois tive noção do que disse, e originou mais uns quantos minutos de gargalhadas.
São 3h15. A Fátima está à espera que eu acabe isto porque ainda tencionamos ver um filme. Eu passei finalmente um nível do Super Mário que tanto me chateava, e ela acumulou mais bubz que eu.
Alicia Keys, Whitney Houston, Susana Félix e BackStreet Boys são alguns dos artistas musicais que compõem a banda sonora desta maratona tão emocionante.

Pedimos desculpa se, eventualmente, ferirmos susceptibilidades com as nossas pequenas aventuras.

São momentos como estes que nunca são esquecidos na vida.
És importante Tu. **

2 comentários:

Fatinha disse...

Bem por onde devo comexar? Hum n sei sincerament. Mas k foi tudo verdad exactament como ela escreveu ixo foi.. :) Foram 24h excelentes, já n me lembro d m rir axim durant tanto tempo e ha mt tempo. Foi mesmo hilariante! Bem, mas como n poxo deixar de contar o k s paxou hoje, aki vai.. A minha querida prima ontem no xoping comprou um vestido lindiximo, eu levei-o para os provadores pensando k o ia levar eu, mas quando vi o prexo axustei-me e deixei a Ana experimentá-lo e como devem adivinhar ficou-lhe super bem. Comprou-o e hoje já o vestiu. Entretanto, vinha eu muito descansada hoje a tarde no corgobus quando recebo uma sms dela a dizer: "Saio de casa, perco o corgo e recebo um assobio..nunca mais visto isto", ora depois d lhe responder, envia-me outra dizendo: "Agora um homem paxou por mim e dix "bom ano menina" LOOL", respondo-lhe mais uma vez dizendo k ixo era bom sinal quando por fim a sms dela foi: "Eu n aguento..sinto-me muito observada, os carros apitam, mandam bocas! Já chega!".. Adorei a cena d ela estar completamente constrangida com tantos piropos.. EHEH! Penso k cheguei ao fim d um comentario enormiximo e espero k dias como estes s repitam muitas e muitas mais vezes. Adorei e adoro-t a ti! Bjao nexa boxexa

Carla disse...

Tem piada... sabes que por alguns sempre fui conhecida como "a macaca" ahahah joking! XD
Bom, sem me querer meter nos vossos momentos... gosto quando escreves assim, quando falas assim... esses momentos são taaão booons! ^^ beijinho pa ti minha doudinha e pa Fátima tb.